Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de maio de 2012

@10Ronaldinho_ não joga mais no @Flamengo_R10_ e pode acertar c/ @SC_Corinthian_s @QB_7 @Reinaldo_Cruz

Depois de um ano e cinco meses de um relacionamento conturbado, Ronaldinho Gaúcho não é mais jogador do Flamengo. O craque, que cobra do Rubro-Negro uma dívida de R$ 40.177.140,00, conseguiu a tutela antecipada na 9ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro. A liminar concedida pelo juiz André Luiz Amorim Franco será protocolada nesta tarde na CBF, o que libera o jogador para assinar com outro clube.
- O Ronaldinho não é mais jogador do Flamengo, o contrato dele foi rescindido judicialmente. Não posso falar de valores, porque eu mesma pedi segredo de Justiça. Mas estamos cobrando valores altíssimos, milionários, aos quais o atleta tem direito - disse a advogada do atleta, Gislaine Nunes, ao Arena Sportv.
O vice-presidente jurídico do Flamengo, Rafael de Piro, confirmou que o clube já foi notificado da decisão judicial que deixa o jogador livre do contrato que era válido até dezembro de 2014.
- Essa questão é controvertida. Eu e outros colegas consideramos que o pagamento de direitos de imagem é de natureza civil. O juiz entendeu que é salarial. Vamos entrar hoje (quinta-feira) ainda com um pedido de reconsideração no juízo que emitiu a decisão. Se não for satisfatório, vamos ao tribunal - afirmou De Piro.
Segundo a lei trabalhista, o jogador pode entrar na Justiça e pedir a quebra de contrato quando o atraso de salários chegar a três meses. O clube entende que o rompimento só se justifica quando não paga os vencimentos previstos na carteira. Já Ronaldinho e sua advogada entendem que o atraso de direitos de imagem também permite a saída do atleta do clube.
- Conseguimos desmascarar o contrato de imagem que os clubes utilizam para burlar a previdência e os impostos. Tivemos o reconhecimento dessa remuneração como salário, o juiz acatou a nossa tese, e o Ronaldinho está liberado para seguir a vida dele - argumentou Gislaine.

http://globoesporte.com


domingo, 20 de maio de 2012

Final da Champions não empolga nem em 3D @Reinaldo_Cruz @Goias_ec @QBTV2 @Dribles_ @Assuntosdegoias @QB_7

Davi Luiz e Didier Drogbar estrelas do Chelsea FC
A frustração pela eliminação na semifinal do time da moda, Barcelona, e do maior rival, o Real Madrid, ainda permanecia.
"Era a final que todo mundo queria ver, mas, como gosto de futebol, vim ver Bayern e Chelsea", disse Ricardo Tavares, 28, em um shopping de São Paulo, ao justificar a ida a um dos 32 cinemas do país que exibiram a final da Copa dos Campeões em 3D.
Mas, nem com alta tecnologia, o jogo empolgou. Foi necessária a disputa dos pênaltis para que o público vibrasse de fato. Com silêncio quase total, era possível ouvir mandíbulas triturando pipoca. Quando o gol de Muller saiu, poucos vibraram.
O público festejou quando Drogba empatou a 2min do fim. E quando Cech defendeu a cobrança de Robben, na prorrogação, o cinema começou a se parecer com a arquibancada.
O ápice veio com os pênaltis. Quando Drogba se posicionou para bater, palmas de incentivo para o atacante. Com a bola na rede, o público explodiu. Mas quase ninguém ficou para ver o time erguer a taça.

Fonte: Folha de S. Paulo

Marcha para Jesus reúne 250 mil no Rio @Reinaldo_Cruz @Goias_ec @QB_7 @QBTV2 @Dribles_ @Assuntosdegoias

Organizada pela igreja evangélica, a Marcha para Jesus 2012 reuniu, na tarde deste sábado, em torno de 250 mil pessoas no centro do Rio, segundo a Polícia Militar e a Guarda Municipal. Pastores pregaram pela liberdade de expressão e contra o homossexualismo.
"Respeitamos a liberdade de cada um, mas vamos protestar até o final que o que Deus uniu foi o homem e a mulher. Não vamos abrir mão de emitirmos nossa opinião. Não é preconceito, é uma convicção formada. Esse comportamento é condenável", disse o pastor Abner Ferreira, da Assembleia de Deus em Madureira (zona norte).
Líder do evento, o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, disse à Folha que a igreja nunca foi contra os homossexuais, mas que Deus não aceita seus atos. "Deus ama a todos, mas amar não significa aceitar seus atos".
Sete trios elétricos embalaram os fiéis. Eles saíram por volta das 14h40 da avenida Presidente Vargas e seguiram até a Cinelândia, onde diversos cantores se apresentam.
De acordo com o major Charles, subcomandante do 5° Batalhão da PM, não houve nenhum registro de roubo ou confusão.
"Esses eventos normalmente são muito tranquilos", disse à Folha.

Fonte: Folha de S. Paulo


CPI que investiga Cachoeira é a mais lenta em 20 anos @Reinaldo_Cruz @Goias_ec @QB_7 @QBTV2 @Dribles_

Durante a semana a CPI foi alvo de acordo entre governo e oposição para restringir o alcance das investigações.
A primeira tomada de depoimento público, do empresário Carlinhos Cachoeira, está marcada para terça-feira. A previsão inicial era que ocorresse na semana passada, mas os advogados de Cachoeira conseguiram no Supremo suspender a sessão alegando que não haviam tido acesso ao processo. Mesmo que o empresário tivesse dado o depoimento, o cenário da CPI em relação a comissões anteriores não mudaria.
Ainda que sejam contabilizados os depoimentos secretos dos delegados responsáveis pelas operações Vegas e Monte Carlo, a produtividade do caso Cachoeira é muito menor que outras. Em média, no mesmo período, as outras CPIs já tinham realizado oito depoimentos.
A CPI dos Bancos, criada em 1999 para investigar o auxílio oficial dado ao banqueiro Salvatore Cacciola, já tinha ouvido 17 pessoas. A do Banestado, que apurou um esquema ilegal de envio de dinheiro ao exterior, tinha feito 12 oitivas em duas semanas.
Mesmo as CPIs que contaram com blindagem mais explícita para conter maiores estragos ao Palácio do Planalto, como a dos Cartões Corporativos (2008) e a da Petrobras (2009), foram mais céleres em suas primeiras semanas de atividade, com seis e sete depoimentos, respectivamente.
O presidente da CPI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), diz que a comissão é atípica porque o "trem já estava andando" --a CPI nasceu de uma operação da Polícia Federal. "A comissão está num ritmo adequado", disse. "O governo está usando um rolo compressor", diz o deputado Fernando Francischini (PSDB-PR), eximindo de responsabilidade a oposição, que atua para impedir a convocação do governador tucano Marconi Perillo (GO).
Até quarta, a CPI do Cachoeira também se notabilizava por ser a que menos havia aprovado requerimentos. Na quinta, uma série de pedidos de convocação e quebras de sigilo foi aprovada. Ainda assim, o número de requerimentos derrubados não tem precedentes: 64 só na quinta.

Fonte: Folha de S. Paulo


segunda-feira, 14 de maio de 2012

PF confirma depoimento de delegados no caso Demóstenes @Reinaldo_Cruz @Atletico_CG @Goias_ec @qbtv2

A Polícia Federal conrfirmou, por meio de ofício enviado na tarde desta segunda-feira (14) ao Senado, a presença no Conselho de Ética da Casa dos delegados Raul Alexandre Marques Souza e Mateus Mela Rodrigues, responsáveis pela Operação Vegas e Monte Carlo, que investigou esquema de jogos ilegais supostamente chefiados pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira.
O depoimento dos dois delegados está marcado para começar às 9h desta terça-feira (15). Eles serão questionados sobre o envolvimento do bicheiro com o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), que responde a processo por quebra de decoro parlamentar, que pode levar à cassação do mandato. A suspeita é de que Demóstenes tenha usado o cargo para beneficiar atividades ilegais supostamente cometidas por Cachoeira.
Além dos delegados, também foi confirmada a presença no Conselho de Ética do diretor de Combate ao Crime Organizado, Oslain Santana, que irá acompanhar os policiais.

terça-feira, 8 de maio de 2012

Mercadante admite que Enem pode dar mais problemas @Reinaldo_Cruz @QB_7 @Assuntosdegoias @Aparecida_

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode voltar a dar problemas para o Ministério da Educação, admitiu nesta segunda-feira o ministro Aloizio Mercadante, que deu uma palestra na Escola de Pós-Graduação em Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro. O ministro justifica que o Enem ainda é um exame com pouco tempo de utilização (foi aplicado pela primeira vez em 1998) e que pode ter dificuldades principalmente porque tem uma magnitude muito grande.
"São 5,4 milhões de alunos, 400 mil pessoas trabalhando e 140 mil salas de aula em todo o país. E temos de manter o sigilo absoluto das questões. Precisamos checar 1,2 mil itens de segurança antes da aplicação da prova, então é claro que pode dar problema", afirmou o ministro. "Mas todos os países desenvolvidos têm uma ferramenta semelhante. O dos Estados Unidos já funciona há 85 anos e mesmo assim houve fraude no ano passado."

O último problema ocorreu no ano passado, quando 630 alunos do Colégio Christus, em Fortaleza (CE), fizeram um simulado que contava com nove questões idênticas ao exame do Enem aplicado duas semanas mais tarde. Em 2009, uma gráfica que confeccionava as provas em São Paulo permitiu o vazamento de questões.
Mercadante acredita que os problemas serão resolvidos no médio prazo. "São problemas que estamos trabalhando para solucionar. 

Tenho certeza que conseguiremos e poderemos formatar um exame que não seja aplicado apenas uma vez no ano, mas dê condições de os alunos terem uma segunda chance também." O ministro conta com o auxílio de comissões de universidades federais para elaboração de mais questões de exercícios. "Meu sonho é que a gente consiga propor 10 mil exercícios e torna-los públicos na internet. Daí o aluno que conseguir decorar todos realmente merece passar na prova", brincou.

Fonte: Jornal do Brasil

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Caso Cachoeira já influencia eleitores de Goiânia @Assuntosdegoias @Reinaldo_Cruz @BrasliaDF @cnn_br

O Prefeito Paulo Garcia (PT) lidera as intenções de voto
 Uma pesquisa pré-eleitoral divulgada nesta segunda-feira mostra que o escândalo envolvendo a influência do contraventor Carlinhos Cachoeira na política já afeta eleitores em relação a sucessão municipal em Goiânia. A sondagem, encomendada e publicada pelo jornal O Popular, diário da capital, foi feita pelo Instituto Serpes e ouviu 603 eleitores em vários bairros, no período de 1º a 4 de maio.

Ao lado de itens como intenção de votos aos pré-candidatos a prefeito de Goiânia e rejeição a cada um deles, a pesquisa perguntou também a influência da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que prendeu o bicheiro. A maioria dos pesquisados (26,2%) admitiu que está pensando e refletindo sobre as denúncias, 24,2% indicaram que pensam em anular o voto e 13,1% disseram que estão desiludidos com seu candidato.
No entanto, 15,3% dos entrevistados pela pesquisa afirmaram que os reflexos da Operação Monte Carlo não mudam em nada o seu voto, 12,6% declararam não ter acompanhado o noticiário e 4,8% estão mais firmes na escolha do seu candidato. Completa esta parte da pesquisa 3,2% de eleitores, que resolveram não opinar e 0,7% declarando outras respostas.

Os candidatos

Dos pré-candidatos, o atual prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), lidera a preferência do eleitor com 23,5%, mas o número de votantes que declararam anular o voto superou esta porcentagem e atingiu 25,2%. Isaura Lemos (PCdoB) aparece com 8,1%, o deputado federal Sandes Junior (PP), tem 6,5%, e o vereador do Psol Elias Vaz, 4,5%. Os deputados federais Leonardo Vilela (PSDB) e Jovair Arantes (PTB) conseguiram 4% e 3,3%, respectivamente. Já os dois pré-candidados do PSD, os deputados estadual Francisco Jr e federal Armando Vergílio pontuaram nesta estimulada, com 2% e 0,7% das intenções.Os eleitores indecisos somam 22,2% dos votos.

Em relação ao índice de rejeição, pré-candidatos citados em gravações da Operação Monte Carlo lideram. Sandes Junior tem a maior rejeição, com 40,6%, seguido de Elias Vaz, com 28,9% e Jovair Arantes, com 24,5%. O tucano Leonardo Vilela tem 18,7% de rejeição. O atual prefeito, Paulo Gracia, tem 19,7%. Os outros pré-candidatos também tiveram índices consideráveis de rejeição: Isaura Lemos (PCdoB), 23,2%, e os filiados ao PSD Francisco Jr e Armando Vergílio, 15,6% e 15,1%. O eleitores que não rejeitam ninguém somam 34%, e 6,1% não souberam responder.
A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), sob o número GO-00026/2.12, no dia 27 de abril e tem 4 pontos percentuais de margem de erro, para mais ou para menos.
Carlinhos Cachoeira
Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira
Acusado de comandar a exploração do jogo ilegal em Goiás, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, foi preso na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, em 29 de fevereiro de 2012, oito anos após a divulgação de um vídeo em que Waldomiro Diniz, assessor do então ministro da Casa Civil, José Dirceu, lhe pedia propina. O escândalo culminou na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos e na revelação do suposto esquema de pagamento de parlamentares que ficou conhecido como mensalão.
Escutas telefônicas realizadas durante a investigação da PF apontaram contatos entre Cachoeira e o senador democrata Demóstenes Torres (GO). Ele reagiu dizendo que a violação do seu sigilo telefônico não havia obedecido a critérios legais.
Nos dias seguintes, reportagens dos jornais Folha de S.Paulo e O Globo afirmaram, respectivamente, que o grupo de Cachoeira forneceu telefones antigrampos para políticos, entre eles Demóstenes, e que o senador pediu ao empresário que lhe emprestasse R$ 3 mil em despesas com táxi-aéreo. Na conversa, o democrata ainda vazou informações sobre reuniões reservadas que manteve com representantes dos três Poderes.
Pressionado, Demóstenes pediu afastamento da liderança do DEM no Senado em 27 de março. No dia seguinte, o Psol representou contra o parlamentar no Conselho de Ética e, um dia depois, em 29 de março, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski autorizou a quebra de seu sigilo bancário.
O presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), anunciou em 2 de abril que o partido havia decidido abrir um processo que poderia resultar na expulsão de Demóstenes, que, no dia seguinte, pediu a desfiliação da legenda, encerrando a investigação interna. Mas as denúncias só aumentaram e começaram a atingir ouros políticos, agentes públicos e empresas.
Após a publicação de suspeitas de que a construtora Delta, maior recebedora de recursos do governo federal nos últimos três anos, faça parte do esquema de Cachoeira, a empresa anunciou a demissão de um funcionário e uma auditoria. O vazamento das conversas apontam encontros de Cachoeira também com os governadores Agnelo Queiroz (PT), do Distrito Federal, e Marconi Perillo (PSDB), de Goiás. Em 19 de abril, o Congresso criou a CPI mista do Cachoeira.

Fonte: Site Terra

Filha de Pedro Leonardo completa 1 aninho @Assuntosdegoias @Reinaldo_Cruz @BrasliaDF @Dribles_ @QB_7

Nesta segunda (7), Maria Sofia, filha do cantor Pedro Leonardo, completa 1 aninho de vida.
A festa de aniversário já estava sendo preparada quando o pai sofreu um grave acidente de carro no último dia 20 de abril. Com o cantor internado na UTI do hospital Sírio-Libanês, em SP, a comemoração foi adiada para quando ele receber alta.
De acordo com o jornal Extra, Maria Sofia continua chamando pelo pai e tem passado os últimos dias com a mãe, Thaís Gebelein, em um apartamento de parentes de Pedro, próximo ao hospital.
A mulher do cantor frequentemente agradece o apoio dos fãs, que enviam mensagens e santos de todo o Brasil. Na internet, ela lançou a corrente #AcordaPedro no Twitter.

O acidente
Pedro Leonardo sofreu um acidente na madrugada do último dia 20 próximo a Itumbiara, em Goiás.
Formando dupla com seu primo Thiago, Pedro havia realizado um show na noite anterior em Uberlândia (MG). Após a apresentação, ele decidiu voltar para Goiânia, cidade onde mora, dirigindo seu próprio carro, que capotou.
Pedro Leonardo foi levado ao Hospital Municipal Modesto de Carvalho (em Itumbiara), onde teve coma induzido. Na própria sexta, ele se submeteu a uma cirurgia para retirada da baço e depois foi transferido de helicóptero para o hospital de Goiânia. Já no dia 24, viajou de avião-UTI para o hospital Sírio-Libanês, em SP.

Será difícil assar a pizza: CPI do Cachoeira ainda promete revelações @Reinaldo_Cruz @QB_7 @BrasliaDF

A revista diz que escândalos como esse seriam comuns em Brasília, mas que a CPI que investigará o caso coloca políticos de todos os partidos na berlinda.
A reportagem cita o envolvimento do senador Demóstenes Torres e de outros políticos – e lembra que Torres foi descrito como um homem de "princípios e convicções" em uma lista dos cem brasileiros mais influentes publicada em 2009 pela revista Época.
"Até agora, os custos políticos da investigação parecem recair sobre a oposição ao governo de centro-esquerda de Dilma Rousseff", diz o texto.
"Mas as revelações não são necessariamente um presente político para Rousseff."
PlanosSegundo a reportagem, apesar de a linha dura adotada pela presidente contra a corrupção desde o início de seu governo lhe garantir "uma reserva de credibilidade com o público", os resultados de CPIs costuma ser imprevisíveis.
"Mesmo que Rousseff saia politicamente ilesa, a investigação provavelmente irá atrapalhar alguns de seus planos", diz o artigo, citando a votação sobre a distribuição dos royalties do pré-sal e projetos de infra-estrutura para a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, que podem ser atrasados, especialmente pelo envolvimento da construtora Delta, que está sendo investigada.
"Quanto mais a podridão na política brasileira é exposta, menor o número de políticos nos quais os brasileiros sentem que podem confiar", diz a revista.

Fonte: Jornal da Imprensa


Blairo Maggi diz: "Pagot poderá surpreender na CPI" @Reinaldo_Cruz @QB_7 @cnn_br @BrasliaDF @Dribles_

Além de influenciar nos rumos da CPI, o depoimento do ex-diretor pode ser determinante no retornou ou não do PR ao governo. Desde que perdeu os Transportes, o partido, sob comando de Blairo, aliou-se no Senado ao PTB de Gim Argello para reconquistar o espaço perdido. A presidenta Dilma Rousseff prometeu discutir o assunto numa reunião, ainda sem data. “Se o governo disser ‘não queremos vocês’, vamos atuar de forma independente”, avisa.
Padrinho político do ex-diretor do DNIT Luiz Antonio Pagot, o líder do PR no Senado, Blairo Maggi (MT), passou a semana passada tentando explicar porque seu nome e o dele são citados em diálogo entre o senador Demóstenes Torres e o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Da conversa, interceptada pela Polícia Federal, depreende-se que Pagot sabia muito mais do que declarou aos parlamentares na ocasião da crise que derrubou a cúpula do Ministério dos Transportes no ano passado. Vítima ou cúmplice das articulações de Cachoeira, Pagot quer ser chamado a depor na CPMI que investiga o esquema. “Ele está descontrolado, é um fio desencapado”, alerta Blairo, que tem procurado marcar distância do antigo aliado. “Pagot é maior de idade, tem CPF e opinião própria.”

Fonte: Revista Isto É


STJ pode julgar terça habeas Corpus de Cachoeira @Reinaldo_Cruz @BrasliaDF @Assuntosdegoias @Dribles_

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) pode julgar amanhã habeas corpus que pede a libertação de Carlos Cachoeira. Caso isso não ocorra, é grande a chance de ele comparecer à CPI que investiga seus negócios na condição de presidiário.

A informação é da coluna de Mônica Bergamo, publicada na edição desta segunda-feira da Folha.

É que até o dia do depoimento, 15 de maio, não haverá mais sessão no tribunal.

Mercados reagem mal após eleições na França e na Grécia @Reinaldo_Cruz @BrasliaDF @Assuntosdegoias

As bolsas europeias abriram em queda nesta segunda-feira (7), com os investidores receosos sobre uma possível mudança nas políticas de austeridade na França e na Grécia devido aos resultados nas eleições dos dois países.
Perto das 7h, o índice geral da Bolsa de Valores de Paris, o CAC-40, operava em queda de 0,56%. O índice seletivo FTSE MIB da Bolsa de Valores de Milão tinha leve alta de 0,04% e o principal indicador da Bolsa de Valores de Madri, o Ibex-35, tinha baixa de 0,45%.
O Euro abriu em baixa no mercado de divisas de Frankfurt, cotado a US$ 1,2993, frente ao US$ 1,3114 da sessão anterior.
O barril de petróleo Brent para entrega em junho abriu nesta segunda-feira em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, cotado a US$ 112,39, menos US$ 0,79 em relação ao fechamento da sessão anterior.
Neste domingo, o socialista François Hollande derrotou Nicolas Sarkozy, tendo 51,7% dos votos. Em seu discurso da vitória, ele afirmou que a "austeridade não pode ser uma fatalidade”.


Juventus leva título italiano @Reinaldo_Cruz @BrasliaDF @assuntosdegoias @Dribles_ @cnn_br @QB_7

Desde 2003 que o time de Turim não assegurava o Scudetto (os de 2005 e 2006 foram retirados por causa do escândalo de manipulação de resultados). Ao todo, o Juventus, que ainda não perdeu no campeonato (22 vitórias e 15 empates), tem 28 títulos nacionais.
O técnico Antonio Conte, ex-capitão do Juve nos anos 90, não escondeu a emoção após o título.
- O mérito é dos jogadores, que acreditaram neles mesmos, e dos torcedores, que sempre nos apoiaram. O Milan foi um adversário muito forte e também está de parabéns - disse o treinador da Velha Senhora, que não conta com brasileiro no elenco.
Após amargar anos sem títulos importantes e até uma temporada na Segundona, o Juventus voltou a conquistar o Campeonato Italiano. E com ajuda argentina, apesar de não ter um hermano no seu elenco. Fora de casa, a invicta Velha Senhora venceu o Cagliari por 2 a 0, neste domingo, e contou com a derrota do Milan para o Inter, que bateu o arquirrival por 4 a 2, com três gols de Diego Milito e um de Maicon, numa bomba de fora da área.
Com esses resultados, o Juventus chegou aos 81 pontos e, a uma rodada do fim da Série A, não pode ser mais alcançado pelo Milan (77), que viu o sonho do bicampeonato se tornar pesadelo e, para piorar, fechou a temporada 2011/2012 sem título (o time está fora da final da Copa da Itália - Juve e Napoli fazem a decisão).


sexta-feira, 4 de maio de 2012

Santa Helena contrata Júnior Baiano como técnico @Reinaldo_Cruz @Dribles_ @QB_7 @Cnn_br @BrasliaDF

"O presidente (Alcir Elias) acabou de ir para Goiânia buscar o Júnior Baiano, que é o novo técnico", garantiu Adeílton Leão, dirigente do clube. O Santa Helena foi vice-campeão goiano em 2010, mas acabou sendo rebaixado no ano seguinte. A aposta é no ex-zagueiro, que hoje tem 42 anos e fez curso para se tornar treinador de futebol.
O ex-zagueiro de Flamengo, São Paulo e Palmeiras e com a Copa de 1998 pela seleção brasileira, o ex-zagueiro Júnior Baiano, natural de Feira de Santana, agora é técnico de futebol. Ele acertou com o Santa Helena, da segunda divisão de Goiás, e tem a missão de levar o time à elite do estadual.
A apresentação oficial será realizada na próxima segunda-feira. A estreia está marcada para o dia 3 de junho. Júnior Baiano encerrou sua carreira como jogador no Miami FC, dos Estados Unidos.

@AtleticoMG_ Freguês do @Goias_ec frustra torcida @Reinaldo_Cruz @Dribles_ @QB_7 @Cnn_br @BrasliaDF

A desclassificação do Atlético-MG para o Goiás pelas oitavas de final da Copa do Brasil, na noite desta quinta-feira, em Belo Horizonte, representou a quarta eliminação atleticana diante da equipe esmeraldina em toda a história da competição nacional. Mais uma vez o torcedor, que ocupou cerca de 18 mil lugares no novo Estádio Independência, saiu de campo frustrado com mais uma péssima campanha alvinegra na competição.
"Se eu estou no lugar do torcedor eu estaria p... da vida. O Atlético-MG não poderia ter sido eliminado nesta fase da competição", disse o técnico Cuca, após a desclassificação.
Desde que a Copa do Brasil foi criada, o clube mineiro sofreu seguidas eliminações para a equipe goiana. As primeiras ocorreram em 1989 e em 1990 na fase de quartas de final. Já em 2001, o time mineiro ficou fora depois de perder para o Goiás na segunda fase. Mas o tabu que envolve as duas equipes não preocupa tanto o torcedor atleticano, quanto o fraco desempenho em competições nacionais nos últimos anos.
Em 2011 a equipe que era comandada pelo técnico Dorival Júnior ficou pelo caminho ainda na segunda fase da competição sendo eliminada pelo modesto Grêmio Barueri-SP em plena Arena do Jacaré. Em 2010, mesmo com o time entrosado e comandado pelo atacante Diego Tardelli, acabou ficando pelo caminho quando enfrentou o Santos de Neymar, que seria campeão naquele ano.
Na noite desta quinta-feira, recebido em clima de festa por 18 mil torcedores que incentivaram a equipe no novo Estádio Independência, o Atlético-MG até mostrou que poderia reagir ao revés de 2 a 0, aplicados pelo Goiás na partida de ida. Quando o cronômetro do árbitro marcava 25min de jogo na primeira etapa, o placar já havia sido igualado.
Com gols de Neto Berola e Mancini, de pênalti, o time dava a impressão de que viria uma goleada pela frente. Mas, aos poucos, o ímpeto da equipe foi diminuindo e quando os dois times trocaram de lado para jogar o segundo tempo, o volume de jogo esmeraldino já era superior.
E de tanto martelar, o Goiás chegou ao gol que selaria sua classificação aos 41min da etapa final com Felipe Amorim. A euforia da torcida instantaneamente se transformou em decepção.
"Fomos eliminados em um momento ruim do jogo. Foi uma disputa intensa no primeiro tempo. Mas no segundo, nós jogamos mal. O Goiás foi melhor no segundo tempo. Criou muitas chances. Poderíamos ter tomado o gol antes. Teríamos que ser mais maduros, porque o placar levaria para os pênaltis. Nós não perdemos hoje (quinta-feira), perdemos no jogo de ida. Tomamos um gol quando o desgaste já era nítido", afirmou Cuca.
O jogo que no começo foi festa, acabou virando pesadelo para os atleticanos, que nos minutos restantes, passaram a vaiar a equipe, o técnico Cuca e pediram reforços à diretoria. O Atlético-MG agora encara o América-MG na final do Campeonato Mineiro para pelo menos tentar garantir um título no primeiro semestre. Mas não terá a paciência do torcedor, que exige reação da equipe e está ansiosa por resultados expressivos em competições nacionais.

As informações são do site Terra

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Galo tem missão difícil contra o Goiás @Reinaldo_Cruz @Dribles_ @QB_7 @Cnn_br @Goias_ec @AtleticoMG_

No treino de reconhecimento do novo estádio Independência, ontem à noite, as impressões dos jogadores, do técnico Cuca e até do presidente Alexandre Kalil eram, no mínimo, interessantes: olhos curiosos, semblantes de admiração e orgulho da nova casa do futebol mineiro, que promete ficar na memória de todos.
A situação seria perfeita se o Galo não estivesse na berlinda, com a obrigação de vencer o Goiás por três gols de vantagem para passar de fase na competição nacional. Se triunfar por 2 a 0, a vaga será definida nos pênaltis, pois os esmeraldinos venceram pelo mesmo placar no Serra Dourada. O momento histórico de estrear no recém-inaugurado Independência e se reencontrar com os torcedores em Belo Horizonte depois de dois anos são motivações do grupo alvinegro para partir para o ataque e conseguir a missão.
Certamente o fracasso e a eliminação precoce não passa pela cabeça de nenhum jogador, nem de Cuca. O treinador continua prestigiado pela diretoria, mesmo se houver um fracasso. No centro do campo, ele ficou durante 10 minutos conversando com Alexandre Kalil, num tom de compromisso e seriedade. Se a tarefa é indigesta, os atletas mantêm a concentração e fazem pacto pelo sucesso: “Esperamos uma festa muito bonita do nosso torcedor. Precisamos mostrar o jogo ofensivo e tentar fazer um gol no início para que a massa fique tranquila”, afirma o atacante André, artilheiro do Galo na Copa do Brasil, com quatro gols.

Fonte: Super Esportes

Atlético-MG 0x2 Goiás @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @Dribles_ @QB_7 @Cnn_br @Goias_ec @AtleticoMG_

A volta dos jogos do Atlético-MG para Belo Horizonte é a grande atração do jogo desta quinta-feira, às 21h50 (Brasilia), diante do Goiás, válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Mais de 17 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente e a promessa é de casa cheia no novo Estádio Independência. Os jogadores do Atlético, que fizeram treino de reconhecimento do gramado nesta quarta, acreditam que o apoio da torcida pode fazer a diferença e ajudá-los a reverter a vantagem do adversário - no jogo de ida, em Goiânia, o time da casa venceu por 2 a 0.


Para se classificar nesta quinta-feira, o time atleticano precisa derrotar o Goiás por três gols de diferença. O único resultado que leva a decisão para o pênaltis será 2 a 0 para a equipe mineira.


Fonte: Terra

Forbes: mundo sem Eike teria 1 bilionário com implante a menos @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @QB_7

O bilionário brasileiro Eike Batista é um dos personagens utilizados pela revista americana Forbes em um anúncio do lançamento da publicação no Brasil, que deve entrar em circulação no próximo mês de junho. A propaganda da revista - famosa por listar as pessoas mais ricas e influente do mundo - sugere como seria o mundo caso os bilionários não existissem.
Segundo a campanha, criada pela agência Ogilvy Brasil, sem Eike Batista o mundo perderia 20 mil empregos, 15 mil barris de petróleo por dia, R$ 23 milhões para a Olímpiada do Rio de Janeiro, R$ 109 milhões em projetos sociais, e R$ 28 bilhões que seriam injetados na economia do Brasil. Além disso, de acordo com o anúncio, o mundo teria um bilionário a menos com implante de cabelo.

Fonte: Terra

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Foragido, tesoureiro de Cachoeira quer 'cooperar' com CPI @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @BrasliaDF


Apontado pela Polícia Federal como o arquivo vivo do esquema de pagamento de propina a políticos e servidores públicos comandado pelo contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, Geovani Pereira da Silva está "pronto para cooperar" com a CPI instalada para investigar, no Congresso, o caso. O porta-voz do recado é seu advogado, Calisto Abdala Neto, que tenta garantir a liberdade do cliente. Para a Justiça, o homem apontado como tesoureiro de Cachoeira é considerado foragido há quase dois meses. A ideia da defesa de Geovani é mantê-lo "resguardado" até que a Justiça revogue a ordem de prisão contra ele. Para isso, o advogado impetrou habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 1.ª Região, em Brasília, para anular a ordem de prisão, e deve entrar também com outro pedido de liberdade ao juiz federal Paulo Augusto Moreira Lima, responsável por deflagrar a operação.


As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Sem receber no Fla, Ronaldinho evita treino @Reinaldo_Cruz @Dribles_ @Assuntosdegoias @QB_7 @cnn_br

Certa vez, em 2002, o ex-volante Vampeta quebrou os protocolos e, sem medo de represálias, acusou o Flamengo: "Eles fingem que pagam e eu finjo que jogo". Dez anos depois, sem a mesma coragem, Ronaldinho Gaúcho faz de tudo para deixar evidente que, sem dinheiro, não tem futebol.
Dois dias após Assis, seu irmão e empresário, dizer que o clube carioca deve R$ 4,8 milhões ao craque, ele evitou a chuva e o treino de ontem, no CT do Ninho do Urubu. Ficou na academia "aprimorando a forma física", enquanto os demais enfrentavam o temporal.
Como nem jogador nem o clube se pronunciam sobre o assunto, cabe a Assis mostrar que os dias do meia no time carioca estão contados. "Falam muitas coisas sobre o desempenho dele em campo e sobre a frequência dele nos treinos, mas ele nunca deixou a desejar. Além disso, os salários não estão em dia", cobrou.
Pelo jeito Ronaldinho não verá a cor do dinheiro tão cedo. No balanço patrimonial divulgado segunda-feira, o Rubro-Negro acumula mais de R$ 434 milhões em dívidas, o que representa aumento de aproximadamente 13,7% em relação ao resultado do último ano (R$ 382 milhões).
Preocupado com a situação, o presidente do Conselho Fiscal, Leonardo Ribeiro, apontou o culpado pela crise. "Está claro que a diretoria administrativa precisa olhar com mais carinho para o marketing. É mais um ano que passa e mais um período que não conseguimos aumentar as receitas. Temos produtos excelentes dentro do Flamengo e ninguém potencializa isso. Não transformam em lucro. Tem coisa errada nesse trabalho de captação", criticou o dirigente.
Mesmo endividado e sem resultados dentro ou fora de campo, o Flamengo ainda sonha em contratar o atacante Adriano, mas o que ninguém revela é de onde virá o dinheiro para o investimento.

Fonte: Diário do Grande ABC

Mesmo com vantagens Goiás promete ofensividade diante dos Atléticos MG-GO @Reinaldo_Cruz @Dribles_

Ainda que tenha conquistado uma boa vantagem em casa com a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o Goiás não entrará retrancado para o jogo de volta, marcado para esta quinta-feira no Estádio Independência. Palavra do treinador Enderson Moreira.
"São dois grandes times, tem tudo para ser um grande jogo. Tão importante quanto não levar gol é fazer. Não vamos só nos defender", declarou o treinador. Caso o Goiás faça um gol no Atlético-MG, obrigará o time mineiro a vencer a partida por uma diferença de três gols para seguir adiante no torneio nacional.
A delegação esmeraldina embarcou na manhã desta quarta-feira para a cidade de Belo Horizonte, onde acontece o segundo duelo contra o Atlético-MG, marcado para às 21h50 (de Brasília) desta quinta-feira.
Para garantir a classificação às quartas de final da Copa do Brasil, o Goiás precisa apenas de um empate, com qualquer número de gols, ou mesmo uma derrota com um gol de diferença.

Procurador da República não comparece em CPI @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @Dribles_ @QB_7 @Cnn_br

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, alegou impedimentos de ordem técnica e disse que não poderia aceitar o convite para prestar esclarecimentos na CPI mista que investiga a ligação de autoridades, empresários e políticos com o contraventor Carlinhos Cachoeira.
O procurador recebeu, na manhã desta quarta-feira, o presidente da comissão, senador Vital do Rego (PMDB-PB), e o relator, deputado Odair Cunha (PT-MG), que defendem a presença do chefe do Ministério Público para dar explicações adicionais sobre as operações Vegas e Monte Carlo da Polícia Federal.
“O procurador nos informou que, além de impedimentos de ordem técnica, as investigações não foram concluídas. Eu respeito este impedimento, embora tenhamos contrarrazões para arguir, visto que uma CPI tem por força constitucional o dever de convocar qualquer cidadão brasileiro para depor” afirmou Vital do Rêgo.
Diante desse entendimento, o presidente da comissão não descarta uma posterior convocação do procurador-geral.
“Tive a prudência de esclarecer que esta foi uma visita institucional. Além disso, há um requerimento, para ser apreciado, convocando o procurador. Significa que, quando o requerimento for a voto, nós seremos interpretes da decisão da maioria do colegiado” disse Vital, sem prever uma data para apreciação do pedido.
Apesar da recusa inicial de Roberto Gurgel, o senador disse que saiu do encontro satisfeito:
“Foi uma boa e longa conversa, e o procurador se colocou à disposição de continuarmos dialogando. Saio daqui satisfeito com a visita. Acho que este encontro é o começo de um processo construtivo de colaboração entre nós e o Ministério Público” afirmou.

PF apura ligação de Delúbio com fraude no ES @Dribles_ @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @qb_7 @Cnn_br

Investigações da Polícia Federal e do Ministério Público do Espírito Santo encontraram indícios de que o esquema de corrupção deflagrado na cidade de Presidente Kennedy no mês passado seria a ponta de um esquema que se espalha por outros municípios do Espírito Santo, Goiás, Bahia, Minas Gerais e São Paulo. Em dado momento, apareceu nas investigações o nome do ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, um dos réus do processo do mensalão. Delúbio teria discutido formas de vender a outras cidades lousas digitais, um dos focos de fraude apontados. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
Segundo as investigações, os atos criminosos eram liderados pelo prefeito de Presidente Kennedy, Reginaldo Quinta (PTB). Os vereadores afastados seriam responsáveis por evitar que os contratos fossem fiscalizados. A Controladoria Geral da União (CGU) calcula que R$ 55 milhões foram desviados. Uma das fornecedoras investigadas no fornecimento das lousas é a Matrix Sistemas e Tecnologia, que tem como endereço um terreno baldio. Em Janeiro, o sócio da Matrix, Jurandy Nogueira Júnior, pediu ajuda ao deputado estadual Misael de Oliveira (PDT-GO), que prometeu apresentá-los a prefeitos. O deputado, segundo as investigações, intermediou um encontro entre o empresário e Delúbio Soares. Procurado pelo jornal, Delúbio Soares não se manifestou sobre o caso.

Suspeito de chacina confessa que receberia R$ 50 mil @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @qb_7 @Cnn_br

Um jovem de 23 anos, suspeito de envolvimento na chacina de Doverlândia (GO), confessou em depoimento ter sido contratado por R$ 50 mil para cometer o crime, segundo a delegada-geral da Polícia Civil de Goiás, Adriana Accorsi. A intenção seria assassinar o dono de uma fazenda próxima à rodovia GO-221, mas outras seis pessoas acabaram degoladas por terem visitado o local durante a ação dos criminosos. O jovem foi preso com um revólver, a espingarda do fazendeiro e roupas sujas de sangue. As informações são da TV Anhanguera.
O suposto contratante, residente em Minas Gerais, já foi preso e nega as acusações. Outro homem foi detido em Minas e também levado para a Delegacia de Homicídios de Goiânia. Eles seriam, segundo a polícia, sobrinho e sogro do filho do fazendeiro. Entre os mortos estavam um filho do dono da fazenda, um funcionário e amigos que visitaram o local. O corpo de uma jovem de 24 anos foi encontrado sem roupas, o que leva a polícia a levantar suspeita de estupro seguido de morte.

CPMI do Cachoeira já tem 167 requerimentos @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @dribles_ @qb_7 @Cnn_br

Da Agência Brasil

Brasília - Quando voltarem da pausa nas atividade por causa do feriado do Dia do Trabalho, os membros da comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) que investiga as relações do empresário de jogos ilícitos, Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com políticos e agentes públicos e privados terão 167 requerimentos para analisar. A maioria deles foi apresentada por partidos de oposição.
Os deputados e senadores da CPMI do Cachoeira também devem definir um plano de trabalho, no qual será marcada a data para o início das oitivas e os nomes de quem será ouvido. A reunião está marcada para quarta-feira (2), às 14h30.
Entre os requerimentos apresentados até agora estão pedidos para que deponham os governadores de Goiás, Marconi Perillo, e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz. O presidente licenciado da construtora Delta, Fernando Cavendish, e o ex-diretor da companhia, Cláudio Abreu, também estão entre os nomes sugeridos para prestar depoimentos.
Além deles, já há requerimentos para que pessoas consideradas importantes entre os contatos de Cachoeira, preso sob acusação de controlar uma máfia de jogos ilegais, como o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) e o contador Geovani Pereira da Silva, sejam ouvidos. É provável que esses requerimentos sejam aprovados, por se tratar de pessoas consideradas fundamentais na investigação.
Outros nomes apresentados em requerimentos, como o do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, não devem ser convocados. A maioria dos membros da CPMI é governista e terá papel decisivo na votação dos requerimentos.
A CPMI também deverá começar os trabalhos analisando os vários volumes do inquérito que corre no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o envolvimento de parlamentares no esquema de Carlinhos Cachoeira. O inquérito, por sua vez, está fundamentado em investigações da Polícia Federal que incluíram diversos grampos telefônicos da quadrilha de Cachoeira que mostram a relação dele com o senador Demóstenes Torres e os deputados federais Carlos Alberto Lereia (PSDB-GO), Sandes Júnior (PP-GO), Stepan Nercessian (PPS-RJ), Rubens Otoni (PT-GO) e Jovair Arantes (PTB-GO).
Na última sexta-feira (27), o ministro do STF Ricardo Lewandowski autorizou o envio do inquérito à CPMI mantendo o caráter sigiloso das informações contidas nele. Por isso, apenas parlamentares da comissão deverão ter acesso ao documento. O ministro também autorizou que as sindicâncias da Câmara dos Deputados e do Senado, que estão investigando parlamentares, possam ter acesso ao inquérito.

Arquivo do blog

Seguidores